segunda-feira, fevereiro 29, 2016

Tarde Demais

Me despedi do tempo e das lembranças porque não tem como trazer de volta tudo o que vivi, ou deixei de viver. 
Mantive meu coração fechado porque achava que você seria o suficiente para preenche-lo. Mas aí o tempo passou  e eu fui obrigada  a viver.
Sempre disse que te amava, sempre disse que você era tudo para mim e mesmo assim te vi partir.
Persegui sonhos, persegui seus passos e esqueci dos meus dias felizes. 
E hoje e o que eu fui, não existe mais e nem faço idéia de onde possa estar.
E se eu deitar aqui e por aqui ficar, esquecerei de tudo? 
Fiz de tudo pra te esquecer, fiz de tudo pra te tirar de dentro do meu peito ,escondendo como eu me sentia de verdade.
Você nunca me disse que me amava, você nunca me disse que pelo menos gostava de mim....
Mas esqueça, estou velha demais para isso. Estou cansada de palavras não ditas, de esperar  e perseguições de sua pessoa em minha cabeça. Te abraço em minha mente como a primeira vez e em minha mente posso te ter como eu quiser e é por isso que vez, ou outra fico absorta em meus pensamentos e volta e meia pego-me sorrindo. Porque em meus pensamentos estou perto de você e você é meu.
Não preciso de mais nada, ou de ninguém nesse momento.
Eu só precisava de seu sorriso para me encontrar. 
E na verdade esqueci do mundo, esqueci que a gente envelhece e a única coisa que me restou  é a certeza de que eu nunca mais te verei.
Persegui um sonho... 
Deitada aqui sozinha de repente me vejo outra vez apenas tentando encontrar a palavra certa pra dizer que ainda te amo, mas com a certeza que nossas almas não se encontrarão mais.
Te persigo e vou   perseguindo o que há de melhor de mim que é você em meu coração.
Hoje percebo que é tarde demais para nós...


domingo, fevereiro 03, 2013

Gonnies

Essa semana assisti pela milionésima vez o filme "The Goonies". Filme que estreou nos anos 80 dirigido por Richard Donner e produzido por Steven Spielberg.
Algumas particularidades são visíveis, tais como as aventuras longe das vistas dos pais, a amizade que sem dúvida é o forte nos filmes de Spielberg, mostrando que entre crianças não há o preconceito.
É um filme leve com grandes aventuras onde todos conseguem realizar seus sonhos, desde que você queira realmente.
As bicicletas estão presentes e a pequena cidade.
Trilha sonora espetacular.
O amor não está num rosto bonito ou perfeito e a não existe um padrão de família.
A felicidade está aonde você quer estar. Acredite em seus sonhos por mais absurdos que sejam!


sexta-feira, janeiro 25, 2013

Eu caí



Andei sozinha na sua sombra
Procurando migalhas do seu sorriso
Apaguei o rastro que guiava a sua casa
Para que eu não pudesse encontrar o caminho
E cada vez que eu te seguia me perdia
Escondi o sorriso e a última vez que me viu sorrir
Você sumia porta a fora
Eu queimei toda a esperança
E reguei a angústia de te perder
Deixei mais uma vez o vento
Soprar meu rosto pois era o único carinho que tinha
Toquei meu rosto enxugando as lágrimas
Respirei fundo, levantei a cabeça
Segui meu caminho
Mesmo calando meu grito e
Minha vontade de te abraçar
Me armei atrás das cortinas do falso sorriso
E de lá prometi que ninguém iria me machucar
Olhei pra mim e chorei
Não há nada em mim
A não ser você
Tentei correr em outra direção
Falhei mais uma vez não consegui te esquecer
Caí de joelhos a sua frente
Implorei por seu amor
Compreendi então olhando em seus olhos que eu caí de amor
Somente eu te amei
E pela última vez toquei seu rosto
E pela última vez te deixei ir!

Última Vez

Escalei seu corpo e sua alma
Sem encontrar o final.
Derrotei os medos envolvida em seus braços.
Acabei gritando seu nome com todas as forças
Porém você não me ouviu
Queimei meu amor na chama da desilusão
desejando nunca mais viver
Toquei sua boca com meus lábios
Afogando minhas lágrimas de desespero
na incerteza de que você estava ali
Te abracei com todas as forças
Com medo de que você partisse
Mas você se foi
Não olhou para trás e eu fiquei
Minhas mãos e coração vazios
Em pé olhando você partir
E junto com você a vontade de viver
Não acreditei mais no amor.
Escalei seu corpo
Só que dessa vez em pensamento
E pela última vez senti esse amor
Que me queima
E é a única razão pela qual ainda vivo!

sexta-feira, outubro 19, 2012

Medo de amar

Tive medo de te amar
Tive medo de te me apaixonar
Tive medo de te ter
Tive medo de te perder

Ví suas lágrimas, seu sofrimento
Não acreditei naquele momento
Te amar era cruel demais
Pra quem não se sente capaz

Te mandei longe da minha vida
Não percebi o quanto ficou vazia
Te ver partir com passos lentos
Meu coração sentiu seu lamento

Quantas vezes você me pediu pra voltar
E eu no meu orgulho só fiz te desprezar
Até que suas lágrimas secaram
Seu sorriso e a felicidade se acabaram

Por vezes ouvi coisas horríveis a seu respeito
Não acreditava nas coisas que você havia feito
Você caiu no meu conceito, um dia te falei.
Eu que tanto te respeitei!

Senti meu peito explodir de raiva
Tinha certeza que não te amava
Por algum tempo você sumiu
E de repente senti que você fugiu

Eu te dei asas e você voou
Será que me perdoou?
Lembro-me dos beijos que te dei
Dos abraços que jamais terei

Sinto sua boca quente tocar meu pescoço
E suas mãos pequenas tocarem meu rosto
Nós dois sentados na escada
E você com tanta ternura me abraça

Hoje eu sei te fiz assim
Está tão longe de mim
Só fica o amargo da saudade
O preço que pago pela vaidade

Tive medo de te ter
Tive medo de te perder
Tive medo de me apaixonar
E no fim, descobri que nunca deixei de te amar!



Márcia Hany

sábado, dezembro 03, 2011

Por que escondo as lagrimas,
Se por dentro sangro.
Meu peito doi, procuro esconder.
Por que escondo o grito,
Se por dentro minha vontade eh
correr em direcao a voce.
Procuro seus bracos, seu abraco,
Seu beijo, sua boca...
Em vao sigo sozinha, rodeada de pessoas.
Por que escondo o sorriso,
Quando ouco a sua cancao, quando ouco seu nome?
Se na verdade eu queria gritar para os quatro cantos do mundo,
A unica verdade....
Queria entender, o sorriso triste, que muitas vezes vejo em meu rosto.
Muitas vezes, paro o que estou fazendo e minha mente flutua para
onde eu realmente queria estar!
Sigo sozinha, muitas vezes sem espaco para respirar.
Procuro um motivo para continuar e a vida me mostra
Que nao sou nada sem voce.
Tento secar as lagrimas que teimam em cair,
Escondo-me,fujo, abrigo-me nas lembrancas,
onde tenho certeza que vou te encontrar!

quarta-feira, setembro 07, 2011

Meu Amor Secreto, Meu Secreto Amor

Quando amanhece, espero que você esteja dormindo
Os sonhos são os mesmos e as histórias se repetem.
O vento passa e a chuva cai, mesmo assim o sol está lá.
Tentei te alcançar, sem te encontrar.
Quando cheguei, você partiu. Nem o céu sorriu pra mim.
Te busquei nos sonhos, mas era dia.
Eu acordava e você dormia.
Eu dormia e você saía.
Sou a noite e você o dia.
Não havendo jeito de se encontrar.
As estrelas me fazem companhia durante a noite fria,
Você se esquece de mim, pois é muita correria.
Sou o ontem e você o hoje,
Passado não se encontra com o presente.
Constantes desencontros, nada de ontém e hoje
Eu fui e você é.
Encontro e desencontro de uma vida inteira.